}

pesquise aqui

2 de dez de 2010

Nunca paguei para fazer sexo

Nunca paguei pra fazer sexo. Uma vez, paguei pra não fazer, mas essa é outra história.
Quando eu tinha 14 anos fui a um bordel, junto com uma porrada de moleques, levado pelo pai de um deles. Eu era virgem e o combinado era fazer a festa de inauguração naquela tarde.
Era início dos anos 80, achei meio cafona essa coisa de bordel, eu queria perder a virgindade como nas novelas da Globo, sonhava com a Lídia Brondi me pedindo para beijá-la.
O lugar tinha um cheiro peculiar e uma cor diferente em cada parede. Também era bem diferente dos bordéis da Globo -
é, eu via muita televisão àquela altura da vida...
Bebemos cerveja de graça e uma moça de pouco mais de 20 anos veio conversar comigo. Taí um lugar que eleva sua auto estima, num bordel qualquer homem se sente um Brad Pitt. Todas as mulheres locais dão mole, é quase uma terapia comportamental. Ela foi pousando a mão na minha coxa e eu tive uma ereção,
 mais por reflexo do que por tesão.
Senti uma mistura de piedade e enjôo e saí  2 cervejas e 30 minutos depois de ter entrado no tal lugar.
De alguma forma, que na época era impossível avaliar, eu achei um desrespeito dar dinheiro em troca de penetração, afeto ou coisa parecida. Eu queria mais e acho que a vida entendeu meu desejo.
Me orgulho de nunca ter pago para fazer sexo. Pode ser um orgulho bobo, um moralismo barato, mas ainda considero a cama um lugar sagrado e de vez em quando...
ainda sonho com a Lidia Brondi.

4 comentários:

  1. hahaha
    Sonha com a Lídia Brondi na lendária "Roque Santeiro"?
    Olha que esses sonhos andam precisando de um "up load" hein?

    Êh moço... vc foi longe agora nessas suas lembranças de menino...
    E não é que as suas resgataram algumas minhas tbm?

    Cheiro pra vc.

    ResponderExcluir
  2. Roque Santeiro? Na verdade me referia a Baila Comigo, bem mais antiga, querida anônima...
    Faço upload, mas conservo os backups pra manter em dia a memória. :)

    ResponderExcluir
  3. rsrsrs
    Eita! Vc foi bemmmm mais longe agora, hein?
    Mas ó, Baila Comigo não é do meu tempo não, tá? Meu adorável grisalho... rs

    ResponderExcluir
  4. (...)adorável grisalho...
    Gostei. :)

    ResponderExcluir