}

pesquise aqui

27 de jan de 2011

Ana Maria

Ela tinha um corpo sensacional. Seios no tamanho boca gulosa e aquele bumbum redondo de encher a mão.
O sorriso tímido lhe conferia elegância e mistério. Falava baixo, pisava leve e tinha medo de andar de avião.
Uma graça a Ana Maria. Ela era irmã torta de um amigo da faculdade e volta e meia rolavam umas caronas  no carro dela. Ela fazia Psicologia e tinha um ar de terapeuta de revista, sempre com um bom conselho, uma boa tirada. Acontece que eu estava namorando e aparentemente apaixonado. Tinha dado um duro danado pra conseguir aquela gata. Estava numa fase calma, daquelas que a gente pede aos anjos pra nos afastar de qualquer tentação.
E Ana Maria era minha tentação. Quando nos encontrávamos nos corredores, eu não resistia ao seu jeito meigo e sempre pedia carona. Eu dava um jeito de dispensar a namorada e sair mais cedo. Foi um período de enxaquecas e problemas no estágio. Numa dessas caronas, segui o script do cafajeste, exaltando o ciúme descontrolado, a falta de companheirismo em algumas situações e as brigas frequentes no meu namoro.
Ana Maria me deu vários conselhos, se mostrou interessada e falou de onze teorias de Jung que justificariam meu complicado relacionamento.
Quando eu a beijei lá pelo capítulo 9, ela nem tentou evitar, mas alguns dias depois eu estava sem namorada e sem minha doce terapeuta. Como já era de se esperar, uma mulher certinha e psicóloga fica com dor na consciência, pede o pinico e entrega minha cabeça numa bandeja.
Foram alguns amassos no carro e só, mas me custou um período de faculdade e uma péssima fama com a mulherada de Humanas.
Doeu.

26 de jan de 2011

mulher desafio x mulher problema

Mulher desafio: Espécime classificada a partir da demanda de intempéries trazida para a relação, tamanho das coxas, volume da gargalhada e oscilação hormonal. De acordo com essas variáveis a vida ao lado dela pode se tornar interessante, emocionante e surpreendente. Normalmente é intempestiva, ciumenta e carinhosa. Criatividade e libido acentuada também fazem parte de seu perfil.
Mulher problema: Espécime classificada como sem solução. Independente da idade, circunferência dos quadris e ciclo menstrual, esta tipologia vai sempre criar uma forma de infernizar sua vítima. Egoísmo é sua principal característica. Qualquer chuva se transforma em tempestade e nenhum sol é suficiente para aquecê-la ou confortá-la.

Mulher é sempre algo maravilhoso e mesmo sendo um problema, pode trazer muita felicidade. Se for um desafio, pode até não trazer nada, mas vai transformar tudo à sua volta, gerar algumas dores de cabeça e mesmo assim, você vai adorar.

19 de jan de 2011

Preguiça baiana

Ando assim com uma preguiça de escrever. E deve ser preguça baiana.
Olho para o blog e penso que na maioria das vezes, tantas coisas experimentadas podem ser demais para uma folha em branco.
 Preciso compilar, resumir e traduzir em letras.
Quando eu conseguir fazer isso, volto pra contar das idéias bonitas que tem passado por aqui.
E a Bahia... como vou conseguir ir embora desse lugar?

10 de jan de 2011

Morro de São Paulo com companhia

Morro de São Paulo é daqueles lugares com energia na medida, uma vibe paz e amor o ano todo.
Afaste-se daqui na ressaca do Carnaval, se seu objetivo for sossego. O resto do ano é andar descalço, nenhuma fila nos restaurantes, pousadas com preços justos e sol. Muito sol.
Estava aqui curtindo minhas férias alone, feliz da vida com minha água de côco e quarto bagunçado. Conhecendo gente nova, mulheres interessantes e nativos com boas histórias.
Aí fui surpreendido com a notícia de que terei companhia no fim de semana. Companhia feminina das mais agradáveis. Incrível como o planejamento de uma viagem tem outro sentido quando você descobre que não estará mais sozinho. Acabará minha fase sem hora, sem cuidado com a alimentação zona total no banheiro. Chegará a fase: passeios de barco, peixinho grelhado, sol antes de meio dia e o melhor: calcinha no meu boxe.
Estou feliz por ter que mudar meus hábitos de preguiçoso fanfarrão. Mostrar esse paraíso para alguém no próximo fim de semana me animou.
Quando uma mulher consegue conquistar espaço sem invadir, significa que havia um buraco a ser preenchido e a gente só se dá conta disso quando avalia o antes e depois.
Ter uma mão macia para espalhar filtro solar nas minhas costas.
Comentar sobre pessoas esquisitas que passam com suas cargas.
Regular a água fria do banheiro.
Pedir a cerveja preferida dela.
Seja bem vinda às minhas férias! Morro de São Paulo é bom, mas com companhia fica muito melhor. (:

Natália

29 anos, solteira, tijucana. Passa férias em Morro todos os anos.
Espirituosa, ousada e sorridente.
Ontem saiu mais cedo da praia para almoçar com amigos em Boipeba.
Hoje, em pleno café da manhã, me chamou pra jantar.
Definitivamente, não dá pra passar fome nesse lugar.

6 de jan de 2011

Contabilidade

Ontem uma amiga seguidora do blog ligou, se queixou do coração destroçado por mais um amor e me lançou uma pergunta do tipo desconsertante:
-Vai fazer coleção de mulher nas férias? É contabilidade sexual essa porra?
Gargalhadas inevitáveis, uma meia dúzia de insultos femininos e minha resposta a quem interessar possa:
Não contabilizo gente. Não faço coleção de pessoas e não listo aventuras sexuais.
Se eu me dou o direito de dar nomes de mulheres aos meus posts, não é porque estou me vangloriando de mais uma transa sem consequência.(já disse mil vezes que não como todas...)
É simplesmente a forma que encontrei de homenagear quem me faz feliz nessa vida.
Fêmeas incríveis, de almas impressionantes.
Mulher pra mim não é nem nunca vai ser um pedaço de carne.
O problema é que como bom carnívoro que sou, não dispenso uma bela picanha ao ponto.  ;-)
A gerência.

Deise

40 anos, solteira, mãe de um moleque de 13, instrutora de rapel, pernas maravilhosas e sotaque baiano.
Inteligente e calma, do tipo sem tpm.
É muito axé para um vagabundo só.
Obrigado, Senhor do Bonfim.

4 de jan de 2011

Juliana

32 anos, catarinense, solteira.
Torce para o Avaí, mora com uma irmã e terminou um relacionamento há seis meses.
Se diz "fechada pra balanço".
Se tem algo que eu adoro nessa vida, é mulher fechada pra balanço.

Sorria, vc está na Bahia.
Mais precisamente em Itacaré. Paraíso, para os íntimos.

3 de jan de 2011

Férias

Começar o ano com férias é como iniciar a sua vida sexual com a Penélope Cruz ou a Natalie Portman.
Estou aqui numa vidinha chata do caralho, sol e belas bundas enquanto chove na metade do Brasil... eu mereço.
Bem, até a próxima historinha que valha à pena ser contada.
E do jeito que meu 2011 começou animado, creio estar aqui novamente em muito breve.
No mais, não estou respondendo emails, nem exercitando espionagem virtual, nem remexendo a blogosfera.
Hoje foi só pra satisfazer meu público carente, composto de 3 gatos pingados no máximo. =P
Feliz 2011 a todos.