}

pesquise aqui

17 de abr de 2011

virada paulista

Estou curtindo a virada cultural paulista, esse evento incrível concentrado no Centro da capital que traz uma série de espetáculos de arte e música. A filhota chegou ontem e estamos numa vibe como se não houvesse amanhã, que eu adoro.
Chegamos na famosa São João para assistir a uma banda cover dos beatles, a 4ever. Moleques bons, som bacana e Lara maravilhada com a avenida que Caetano eternizou em Ronda. Eis que, entre Yellow SubmarineHelp, uma mulher na faixa dos 40, acompanhada de duas amigas da mesma idade, dirige o olhar para nós, sorri sacana e comenta com uma delas:
- Incrível como homens mais velhos gostam de ninfetas.
E a outra completou:
- E elas deles.
Lara, a esquentadinha de plantão, enrosca os braços no meu pescoço e fala bem alto:
Paaaai, tô amando o show!
Eu apenas sorri, me afastei 5 passos para pedir mais uma skol pro Lenon, nosso fornecedor oficial da virada, quando vejo as três se desculpando com Lara, explicando o inexplicável preconceito de julgar e bradar contra uma situação qualquer, sem ao menos tentar entendê-la. Vi minha filha sorrindo docemente, satisfeita por ter esclarecido um mal entendido e claro, ter saído vitoriosa do embate que se instalou.
Nos reencontramos por coincidência, 3 horas depois, no bar Brahma e acabamos na mesma mesa, comendo um escondidinho e rindo da forma torta como algumas amizades surgem, ficam ou se vão. Demos boas gargalhadas, bebemos 22 chopes e combinamos de ver o show do Frejat hoje à tarde.
Lara, que não para de elogiar as novas amigas,  até pegou o telefone delas pra garantir que cantemos "exagerado" de Cazuza em frente ao palco Julio Prestes daqui a pouco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário