}

pesquise aqui

3 de abr de 2011

Maria

Eu não assisti ao Big Brother. Não por preconceito. Não vi porque não vi. Sem tempo, sem saco, com  outras coisas pra fazer. Assisti a algumas cenas, ouvi os comentários e aí ontem, fiquei sabendo que ganhou uma mulher: Maria. Uma mulher que ganha o BBB Brasil não sendo feia, não sendo pobrezinha e não sendo santa.
Ela ganhou com milhões de votos, sendo que a maioria dos votantes é do sexo feminino. Curioso, não?
Lembro de tê-la visto na tv uma ou duas vezes, uma nova gostosa, uma próxima playboy, nada diferente do mesmo de sempre.
Mas ela ganhou e lá fui eu tentar saber porque.
Descobri então que Maria foi a protagonista do tal programa. Que há boatos fortíssimos apontando para um passado obscuro de Maria.
Que ela ficou com dois caras dentro do confinamento e que um deles a desprezou depois de ter saído e voltado. Que Maria se humilhou querendo de volta o amor do babaca e que esfregou, literalmente, na cara do sujeito, pra todo mundo ver. E que Maria bebeu todas, brigou com meia dúzia, tirou a calcinha, chorou, esperneou e disse que não passa vontade e perdeu a noção várias vezes. Ah, Maria...
E fui eu, todo animado escrever sobre as várias Marias que conheço, mas me deparei com tanta coisa bonita sobre ela na internet, que não achei correto eu escrever sobre algo que mal acompanhei.
Transcrevo aqui um post bacana de um blog mais bacana ainda, escrito por uma mulher,claro, que traduz muito bem a alma de tantas Marias dessa vida:
"Eu me enxergo na Maria. Eu enxergo muitas mulheres na Maria. E eu repito Maria-Maria-Maria. A Maria representa nossas lágrimas, nosso rímel borrado, nossos porres, nossas ligações na madrugada, nossos fiascos, nossas insanidades. A Maria representa aquela mulher que já perdeu a cabeça e o juízo por causa de um homem. A Maria é aquele comportamento que você teve sábado passado quando, bêbada e ofendida, mandou 34 mensagens para o celular do ex-namorado. A Maria sou eu há 5 anos, que corria atrás de um cara que me fazia de gato e sapato. Maria é aquela moça que insiste em manter uma relação com um cara que tem namorada. Maria é aquela que gosta, tem uma inocência no peito, uma ilusão na boca, uma incoerência no olhar. Maria é aquela que acredita em palavras, se apega e quer ir até o fim. Maria é aquela que acha que o passado dita a moda do presente. Maria é aquela que não pensa antes de falar - e age como dá na telha. Maria é impulsividade, calor, vontade. Maria é a falta de vergonha em se expor.A Maria, minha amiga, é a inimiga íntima de toda mulher." (http://clarissacorrea.blogspot.com/2011/03/meu-lado-maria.html)

Maria, passa lá em casa, quero te dar os parabéns e algumas dicas de aplicação para um milhão e meio de reais! ;)

3 comentários:

  1. Ah, eu assistí ao BBB!! Falei muito mal de Maria, disse que ela tinha que se valorizar, que era piranha, que era vulgar, que não podia correr atrás de homem desse jeito...rs Aí fui vendo que toda mulher tem muito da Maria!! Nem sempre nossa auto estima está nas alturas e nem sempre conseguimos cumprir com os protocolos impostos! Viva o Paradoxo! Viva Maria!

    ResponderExcluir
  2. E quem não tem um lado Maria de ser, que atire a primeira pedra!

    Saudades de ti, moço...

    Beijo bom.

    ResponderExcluir
  3. Qualquer dia faço um post: As Marias da minha vida. :)

    ResponderExcluir