}

pesquise aqui

1 de out de 2010

Rubão utilidade pública

Hoje recebi um email interessante. Era um leitor do blog. Não comenta, mas vem aqui todo dia. As pessoas têm um certo receio de comentar em blogs, não gostam de se expor, ficam na encolha. Gosto de saber que tenho fiéis leitores na encolha.
Mas, voltando ao email, achei bacana e transcrevo pra vocês, sem querer fazer a linha auto ajuda:
"Rubens,
Leio seu blog há alguns meses, é meio viciante porque é engraçado e parece real.
Não sei se vc comeu essas mulheres todas, mas de qualquer forma, sendo verdade ou mentira, a leitura diária aqui me ajudou num dilema com a mulher que eu amo. Há um ano vivemos um conflito, um casa-e-separa, porque pisei na bola com ela, depois disso, as coisas nunca mais foram as mesmas.
Coisa de homem, nada de muito importante, mas quando a coisa é descoberta, vira o maior crime do século. Foda.
A verdade é que comecei a enxergar o universo feminino de forma diferente, depois que passei a acompanhar seus posts. Mulher tem sempre razão, esse é meu lema agora. E não é que tá funcionando? Não só pra ela, mas tá funcionando pra mim. Pra nós dois.
Quando ela me esculacha, eu respiro fundo e penso: Não daria pra viver sem essa mulher e eu tenho que consertar a merda e não espalhá-la ainda mais...  Por conta da minha atitude zen, ela tem me esculachado menos, tem pedido desculpas e as brigas acabaram. ou deram uma bela trégua. Somos almas gêmeas, mas o amor não é um conto de fadas, então, se não houver algum fairplay, fica impossível.
Obrigada pela ajuda que vc nem tinha idéia que estava dando.
e boa sorte com as próximas mulheres da sua vida.
Abraços."

É... Rubão ajudando casais e afins. E minha mãe nem tá aqui perto pra ter orgulho disso...
Amigo, nem comi todas essas mulheres, nunca disse que tinha comido todas... mas ó! Comeria, viu? Cada uma delas e sem acompanhamento.
Felicidades, cara. O amor não compensa, mas engana que é uma beleza!

Nenhum comentário:

Postar um comentário