}

pesquise aqui

20 de out de 2010

Gi

Quando a conheci, num acidente de moto na Av. Brasil, Rio de Janeiro, eu estava mal. Tinha acabado um namoro longo, a solidão me rondava, a insônia se apoderou de mim. Eu caí com a DT, por puro cansaço de alma. Gi estava no carro que aparentemente provocou o acidente, às duas da manhã, numa sexta bêbada.
Eu sou macaco velho em cima de uma moto, portanto, caí feio, mas nada que umas suturas no Getúlio Vargas, não desse jeito.
Gi ficou nervosa, saiu correndo do carro, me acudiu como uma enfermeira dedicada. Eu abri os olhos e vi aquele anjo, coisa de novela ou de sonho. Fiz um drama, eu tava sangrando pacas, a calça jeans foi pro saco e meu joelho ficou um bagaço.
Não doía tanto assim, sou aquele macho manhoso, que geme pra provocar a generosidade e a condolência feminina.
No hospital, deixou o telefone no caso de eu precisar de algo
e eu liguei:
-Preciso te conhecer.
-Por que? -ela respondeu com sorriso na voz.
-Porque eu ainda não sei, mas quero descobrir.
-De moto não, tá?
Peguei o carro do João e fui buscar a Gi-Gata em Botafogo.
Jantamos, bebemos cerveja e fomos pro mirante do pasmado, porque a lua tava linda.
Gi, era só Gi. Mas também não precisava ser mais nada.
Tinha terminado o noivado na sexta-feira do acidente, estava desligada, ela confessou.
Eu nem toquei no assunto do meu coração partido, era desnecessário.
Nos vimos umas 6 ou 7 vezes mais, a coisa não evoluiu por algum detalhe que sinceramente, nem lembro. Depois voltamos a nos ver e paramos e voltamos de novo. Continuo não lembrando porque paramos definitivamente.
A minha lembrança de Gi-Gata, é muito mais legal:
Ela tinha cabelos macios e gosto de maçã.
Ela era alta e usava calça jeans justíssima. Ela tinha um rebolado que falava RU-BENS no vai-vem dos quadris. Ela tinha uma boca molhada e faminta e para minha sorte: era péssima motorista.
Minha homenagem a Gi está aqui no joelho direito, em forma de lua do Pasmado.
A cicatriz mais legal que esse corpinho calejado já ganhou.

2 comentários:

  1. Gisele disse...
    Olha que essa homenagem demorou demais!! Já tava ficando com ciúme!! rsrs
    Saudade, seu mala! Aparece aqui, o Rio tá lindo.
    bjssss

    ResponderExcluir
  2. Gi-gata! Homenagem que é homenagem espera o momento perfeito.
    Tá linda, vc.
    bjo

    ResponderExcluir