}

pesquise aqui

17 de mai de 2010

manual do cafajeste para mulheres

Esse é o nome de um site/blog que eu sigo.
Trata-se de um malandro, que se auto apelida cafa e dá dicas de relacionamento para o mulheril, baseando-se na ótica masculina (dele). Levemente inteligente, traz uns temas polêmicos e algumas lições do que se deve ou não fazer, especialmente na cama. É engraçado, aborda certos assuntos interesantes e tem mais de 1000 acessos por dia. Um sucesso   -perigoso-.
Saí com uma amiga neste fim de semana. Ela daquelas mulheres incríveis, trabalha muito, é mãe, sempre antenada com o mundo, bonita e solteira por opção. Volta e meia, quando ela vem a BH ver os pais,  a gente mata as saudades. E esse foi um fim de semana de matarmos saudade.
Já nos conhecemos há um tempo, o que abrevia uma série de joguetes chatos de sedução. Já na madruga, na hora que bate aquela fome desesperadora, começamos a conversar sobre amenidades e ela me conta sobre um post que leu no tal site. Queria saber minha opinião, toda insegura da sua performance e tal... Pois eis que o cafajeste sabe-tudo, escreveu que mulher que "narra foda" é broxante.
No tal post que fiz questão de ler, ele vai desenvolvendo o tema, com aquela convicção absoluta, como se trepar tivesse manual de faça aquilo e não faça isso.  Fala entre outras coisas que na hora do sexo, a mulher deve ficar quieta. Que essa coisa de falar bobagem e obcenidades é algo que os homens detestam. Que no máximo um gemidinho e mesmo assim, discreto.
Meu querido Cafajeste: faça-me o favor! Fale por vc! sexo não tem bula, meu filho! Se vc gosta de mudinhas na hora do vamuvê, o problema é absolutamente seu. Pela minhas andanças, o que tenho a falar sobre isso é que mulher adora falar e ouvir coisas na cama. A excitação da mulher começa com um bom papo no pé do ouvido em qualquer lugar e  na cama não é diferente. Faz parte da fantasia delas. Enquanto a gente precisa ver, elas precisam ouvir. E outra: a cama não é uma igreja anglicana. Claro que nem todas as mulheres curtem falar e ouvir baixarias, mas o silêncio mórbido e os gemidos discretos, normalmente são resultado de repressão ou excesso de timidez.
É muito sério essa coisa de internet. Neguinho sai falando qualquer merda e nesse caso, eu tive que intervir rapidamente, porque minha gata falante até aquela hora, estava inexplicavelmente calada. Por pouco o cafajeste e seu manual, não transformam minha noite animada em um velório de família rica...

Nenhum comentário:

Postar um comentário