}

pesquise aqui

23 de mai de 2010

ética sexual

Ontem, em mais uma das minhas despedidas, umas meninas curiosas me cercaram para fazer um tal de jogo da verdade, uma certa arguição sexual divertida. Eu tentei adaptar o jogo a um strip-poker mas não colou...
Depois da 4a. dose de qualquer coisa que seja alcóolica, nem precisa pressionar: a verdade vai sair.
A curiosidade delas variava da preferência da posição até cheiros, tipos de lingerie e sexo a três. Até que uma delas, tocou no assunto blog e veio com uma pergunta capiciosa, sobre ética e cavalheirismo sexual:
-O que vc acha que as mulheres citadas no blog acham, de vc falar de intimidade e até citar o nome delas?
Eu nem tive tempo de responder. As opiniões foram pulando das bocas coloridas como cachorros presos há tempos em canis:
algo incontrolável. Algumas me davam tapinhas, dizendo que adorariam ser citadas, outra, que é casada, gritava um "deusmelivreeeguarde!" e a que perguntou esperava em silêncio e sorriso-vingança a minha verdade.
A pergunta puxou a polêmica que puxou mais uma rodada de cerveja, que fez os outros caras do local darem suas opiniões e assim não tive oportunidade de responder e fiquei com a tal provocação martelando a minha idéia. Portanto, segue a minha defesa:
Esse é um espaço para homenagear o sexo feminino,  Não deveria ser constrangedor para ninguém passar por aqui, ter seu nome(primeiro nome e muitas vezes fictício) citado ou minhas honrarias prestadas.
Sou um fã incondicional de vocês. Não viveria sem o inferno emocional feminino na minha vida. Sou um babaca apaixonado por pernas, saltos, maquiagens no banheiro, calcinhas de fru-fru, bucetas e seus penteados únicos, cheiros únicos, gostos únicos.
Nunca me perguntei se era anti-ético, falar de coisas que vivi com fêmeas inacreditáveis que farão parte da minha biografia. Ever. Alguns posts aqui foram pré anunciados às suas heroínas. Eu, conhecendo uma ou outra cabecinhaa mais complicada, telefonei ou passei email pedindo autorização. Mas ainda confio no meu taco para escrever sobre algumas mulheres sem ter que consultá-las, tendo convicção absoluta que sentiriam-se tranquilas, felizes e até envaidecidas.
Mas, se houve uma pergunta assim, vou considerar a hipótese de alguém se sentir ofendida. A alma feminina é um mistério profundo até para um estudioso dedicado como eu.
O SAC Rubão está aberto. reclamem, abram o coração, me xinguem à vontade. Eu deleto na hora, envio flores e chocolate e deixo vcs me chicotearem de leve por 12 segundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário