}

pesquise aqui

16 de jul de 2012

Cynthia

Ela é descolada, moderninha, curte meninas quando bebe destilados e me curte muito quando bebe cerveja.
Ela diz que sua sexualidade oscila de acordo com a bebida que ingere. Mulher louca, claro. Louca e adorável, como sempre. Louca tipo 1, como já defini mais de uma vez aqui.
Ela é intempestiva, curte uns tapinhas na hora do vamuvê, beija de olhos abertos e adora falar de Jazz, cinema mudo e guerra da secessão. Uma delícia sair pra jantar com ela, parar a boca no meio da tatuagem que tem nas costas e ouví-la dando conselhos sobre como ser feliz com o que a vida te deu.
Cynthia é artista plástica e vendedora de livros, ganha pouco, divide com um gato e suas esculturas, um espaço de 40 metros quadrados há 3 quadras da Paulista e tem uma generosidade com o mundo, que é bonito de se ver.
Nos conhecemos num Pub da Rua Augusta, em noite Blues e enquanto ela tentava alcançar um garçom que lhe servisse uma dose de vodka, nossos olhares se cruzaram, nossos sorrisos se abriram e desde então ela tem bebido cerveja comigo, sem nem olhar o cardápio dos destilados...
Sou um sortudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário