}

pesquise aqui

3 de ago de 2010

sapatos.

Eu gosto de dar presente. Gosto da sensação de lembrar de alguém ao ver um objeto e ter o dinheiro pra comprar.
Até hoje não lembrei de alguém ao ver uma Ferrari ou jóia caríssima e se lembrei, esqueci de pronto. rs
De alguma forma, esses mimos servem pra me fazer feliz tb.
Sou o típico generoso egoísta pra caralho.
Ontem passei em frente a uma loja e vi lindos pares de saltos altíssimos. Tenho verdadeiro fetiche com mulheres de salto, se for daqueles saltos agulhas, eu piro. Ele ressalta panturrilhas e as define, mesmo que jamais tenham frequentado uma academia. E foi um desses que comprei hoje, número 37, salto fino, de uns 10cm e ela só de calcinha e sapatos, nos meus pensamentos mais safados.
Agora eles estão aqui na minha frente, à espera dos pés certos.
Vou pra janela, buzinas de carros e nenhuma estrela no céu.
Nem sinal da Cinderela.
Ela é muito ocupada e a marginal está com 120km de engarrafamento.
Essa noite eu sou apenas uma abóbora que fuma o último cigarro da noite e sonha com pés que não chegam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário