}

pesquise aqui

15 de jul de 2010

de cara pro abismo chamado eu

Ela lá perfeita,
confessando suas taras ao telefone,
e quem disse que sexo verbal não faz meu estilo?

Ela tira a blusa e descreve a cena.
e eu imaginando tanto mais,
louco pela possibilidade de tê-la mais uma vez.
A distância fode com as possibilidades sensatas de felicidade.

Ela, tão minha que mal posso achá-la entre as minhas meias e cuecas.
E minha mão que procura por ela,
sempre encontra a mim mesmo.
Não gosto da solidão velada, que se disfarça de encontros cronometrados
e chopes gelados.
Estou habituado a que grita : "eu sou dona dessa bagaça, nem tente se livrar de mim!"
Mas hoje, eu não queria voltar pra casa e ter que encarar essa mandona perversa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário