}

pesquise aqui

23 de mai de 2011

Denise

Denise desfilava decotes desconcertantes.
Denise dominava, disfarçava, dissuadia.
Denise destilava dualidades delicadamente.
Demônio doce, Denise.
Deusa, Denise.
Delícia, delícia, delícia.

2 comentários:

  1. Ah, se essa homenagem é à Denise que estou pensando...rsrs Ela vai ter que saber!!
    Beijo, chefe!

    ResponderExcluir
  2. Pode contar e ela comprovará que meus olhos já a homenagearam e muito!! rs Fofoqueira!!!

    ResponderExcluir