}

pesquise aqui

17 de abr de 2012

Este sou eu

Um cara que nasceu e foi criado no meio de mulheres: belas, não tão belas, modernas, caretas, caretíssimas, folgadas, verdadeiras, guerreiras, falsas como notas de 3... teve de tudo à minha volta. Em meio a esse pot-pourri de fêmeas, sou eu ali soberano, aprendendo a ser safo, a ser louco, a ser homem.
Elas me ensinaram tudo que eu sei. O que ainda não sei, delas também virá com certeza.
Buceta pra mim é um templo e quem nasceu com uma é deusa. Sempre.
Nunca quis ganhar delas, ser melhor que elas, competir, brigar.
Eu só quis a bênção de conviver e estar perto, ser amado, ganhar um carinho, dar um monte de carinho, fazer um café da manhã e um belo omelete de vez em quando. A vida tem sido boa, muito boa comigo.
Este sou eu: um cara sortudo que entendeu desde muito cedo que o mundo é de vocês e ninguém pode mudar isso.
Minha homenagem mais uma vez.

3 comentários:

  1. Você tá melhor?
    Fiquei preocupada Rubinho...
    Aproveita o ensejo e diminui a porra do cigarro!
    Beijo,
    M.

    ResponderExcluir
  2. E tem como não te amar???

    ResponderExcluir
  3. M, parei de fumar no 31 de dezembro. Agora penso seriamente em voltar. Não deu muito certo. :)

    Anônima, não tem mesmo como não me amar. Vem! =D

    ResponderExcluir