}

pesquise aqui

23 de abr de 2012

domingo

Ela chegou como quem vem de qualquer lugar. Certamente veio do mundo das mulheres más de salto alto.
Ela trouxe a buceta quente, os seios firmes, o sarcasmo de sempre.
Sentou no meu colo, de frente pra mim, se encaixou no meu pau e gozou em 2 minutos.
Acendeu um cigarro, abriu meu wisky, deu um gole e depois fechou o vestido sem ajuda, me beijou na boca com muita língua e saiu do quarto como quem sai de uma prisão.
Não disse adeus, não disse até logo, não disse a gente se vê.
Ela foi e nem hesitou diante do elevador de portas abertas.
Tudo isso num domingo de chuva, eliminação do Corinthians, do Palmeiras e da minha auto estima.

3 comentários:

  1. Oh, que dó...
    Às vezes é importante lembrar que a vida é um eco, a gente recebe aquilo que a gente emite.
    Não receba isso em tom de crítica (até pq, amigos tem espaço o suficiente até para criticar quando necessário, certo?), mas vc já parou para observar o que vc anda emitindo por aí nessa tal de vida? ;)

    E a saúde, prontamente restabelecida?
    Cuide-se!
    Xêro.

    ResponderExcluir
  2. Tô com saudade... dá pra dar sinal de vida???
    Espero que esteja tudo bem...
    Outro xêro.

    ResponderExcluir