}

pesquise aqui

27 de set de 2011

Bruna

Ela pegou meu celular e disse: "tira foto!"  Depois pediu "quero post! Com imagem! Pra ficar famosa na internet!"   Arrumou uma flor pra prender no cabelo e comeu sem cerimônias o chocolate em cima do meu balcão. Por último me lascou um beijo de língua, nem sequer esperou que tocasse alguma canção chave dos beijos roubados. Tocou a campainha pedindo a boa e velha xícara de açúcar e adoçou a casa toda.
Ela não é surfistinha, mas poderia ser. Bruna tem pernas finas, boca carnuda, cabelão pintado de amarelo. A bunda é magra, mas esférica, sotaque cheios de erres e esses, sorriso infantil. Bruna é indecente. Ri alto, fala palavrão inapropriadamente, dança até o chão, só bebe destilado e só usa roupas 18 dedos acima do joelhos mesmo no frio.
Bruna é minha homenagem do dia. A criança que provavelmente inspirou São Cosme e São Damião. Um Erê de coração apimentado, uma alma louca e linda, lógico. Cismou com o quarentão aqui e não se faz de rogada.
Estou velho pra vc, Bruninha. Mas se tivesse ai uns 15 anos a menos, encararia feliz o desafio de domar uma fera assim, com flor no cabelo e envolvida nas minhas cortinas. :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário