}

pesquise aqui

2 de nov de 2011

Marisa

Eu sou preguiço pra xavecar. Vamos combinar que a oferta é grande e quase não é necessário muito esforço pra ganhar a mulher certa, especialmente na noite. Ao mesmo tempo eu gosto da conquista, a preguiça é uma acomodação, um hábito que nasceu da facilidade, da rapidez, do self service do amor.
Marisa é muito gata. Muita areia pro meu caminhãozinho, mas é assim que eu curto. Desafios.
Olhei, ela me esnobou.
Sorri, ela fechou a cara.
Pedi pra amiga passar o telefone dela, com sua autorização e me ferrei. Ela mandou dizer que adora garotões. Tô fora do skill. "Vc é legal, engraçado e boa pinta, mas não faz a cabeça dela." Foi essa a mensagem da amiga bacana. Bacana com Marisa, claro. Comigo foi quase perversa.
Mas acontece, pessoal, que garotões não abrem a porta do carro, não fazem o café do dia seguinte, não observam o corte de cabelo dela, não pagam a conta do jantar e nem sempre esperam por ela pra gozar.
Tomara que eu tenha chance de mostrar pelo menos a primeira das muitas qualidades de ser um quarentão.
Marisa, sua linda, tô na área e se derrubar, é pênalti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário